Empreendedorismo: 4 dicas para abrir uma empresa

O empreendedorismo pode ser uma excelente fonte de oportunidades, especialmente para quem tem uma boa ideia na cabeça e muita força de vontade.

Para conseguir sucesso no mercado, é fundamental saber como dar os primeiros passos, pois o começo certamente é o momento de maior risco para qualquer empresa. Quer aprender a fazer isso do jeito certo? Então confira as dicas a seguir!

1. Adquira capacitação e conhecimento

Os primeiros passos para abrir uma empresa consistem em se capacitar e em adquirir conhecimento. Você não pode começar nenhum negócio se não souber as características de seu segmento e até mesmo questões legais. Para isso, estude os líderes do mercado, converse com pessoas inseridas no ramo e pesquise sobre a concorrência.

Depois, não passe muito tempo na informalidade. Regularize o seu empreendimento, pois o simples fato de possuir um CNPJ proporciona diversos benefícios, como a abertura de conta bancária para pessoa jurídica, emissão de nota fiscal, aquisição ou aluguel de máquinas de cartão de crédito e possibilidade de empréstimos com juros mais baixos.

2. Acerte na confecção do contrato social

A confecção adequada do contrato social é o passo seguinte para quem quer trilhar os caminhos sinuosos do empreendedorismo. É preciso cruzar dados e considerar alguns aspectos essenciais da sua futura empresa, como as definições do nome, da atividade primordial e do endereço de funcionamento.

É o momento de definir o capital, os valores investidos e como será a divisão de lucros com os sócios, caso houver. Para agilizar o processo, você pode buscar o sindicato da categoria da empresa e pesquisar se há um posto avançado na Junta Comercial.

É importante ter certeza de que tudo está correto, pois qualquer mudança obrigará você a refazer as inscrições e as licenças.

3. Escolha o regime de tributação

Agora é hora de decidir qual será o regime de tributação. Basicamente, temos três alternativas possíveis: Simples, Lucro Real e Lucro Presumido. Em fases mais iniciais, é fundamental que o empreendedor fique atento a qual modalidade atenda melhor suas necessidades e expectativas.

As empresas iniciantes podem se dar melhor com o Simples, que é permitido apenas para negócios que faturam menos de 2,4 milhões de reais anuais. O Lucro Presumido também pode ser uma boa escolha, pois, como não há histórico, é mais complexo prever os ganhos. Entretanto, com o passar do tempo, o Lucro Real poderá se tornar o mais eficaz.

4. Tenha um bom plano de negócios

Ter um bom plano de negócios também é fundamental para quem está começando no empreendedorismo. Por meio dessa ferramenta, o empresário pode estipular as ações necessárias para atingir as suas metas, analisando o que precisa ser feito no curto, médio e longo prazo.

Além de tudo, isso contribui para uma atração mais eficaz de investidores e clientes, pois há garantia maior de retorno sólido. Ao apresentar um plano de negócios, você mostra que sabe o que está fazendo e qual será a empregabilidade de seu capital, o que ajuda até a conseguir financiamentos e empréstimos com maior facilidade.

E agora, pronto para o empreendedorismo? Gostou do conteúdo? Então não deixe de seguir a nossa página no Facebook!